Finalmente: em Denver!

11Jun10

Escrevo pela primeira vez do Colorado. Mais de um mes ja se passou desde que chegamos aqui, depois de quatro dias dirigindo.

A viagem foi deliciosa. Saimos de madrugada, antes da 5 da manha, e teve choradeira, claro. Eu acordei de madrugada para tomar banho antes da viagem e quando saio do banheiro, minha mae e o William estao dentro da cozinha da Louise, minha mae toda descabelada, parecia uma louca. Meio que me assustei um pouco. Nos despedimos, foi bem emocionante. Me senti como se estivesse me mudando para outro pais, mais uma vez!

Como ja estava tudo absolutamente embalado, entramos no truck, fizemos uma rapida parada para cafe da manha e seguimos para Cleveland. Eu fiz um itinerario de viagem que incluia cada parada, a distancia ate o proximo hotel, lojas e coisas que eu queria visitar, super-detalhado. Claro, com muita ajuda do urbanspoon.com, que nunca desaponta, sempre recomendando restaurantes otimos!

Day 1: Cleveland, OH
Miles: 454

Nos pegamos a Rt. 80, que corta o pais de leste a oeste (NJ a CA). Procurei muita coisa na internet sobre road-trips por esta estrada e nao encontrei muito. Aparentemente, nao tem muita coisa para fazer e visitar durante a viagem. Entao, eu resolvi criar minhas proprias paradas e visitar os lugares que eu gosto.

O caminho foi tranquilo, eu consegui dormir na maior parte da viagem. Chegamos em Cleveland super cedo (eu estava pensando que chegariamos de noitao)! Consegui ir ao hotel, descansar um pouco, visitar o Rock ‘n’ Roll Hall of Fame, e dois bares de Cleveland, na area chamada Tremont.

Antes, tive que fazer uma parada na H&M, pois prometi que visitaria todas as lojas pelo caminho, ja que denver nao tem!

Cleveland me lembra a Ari. O marido dela, o Ethan eh de Ohio e quando a Ari vai para Cleveland ela sempre fala muito bem. Visitar Tremont foi indicacao dela e os bares que nos encontramos foram otimos.

Fica aqui a dica para quem estiver passeando pela cidade:

Treehouse
820 College Ave
Cleveland, OH 44113

As cervejas sao super-baratas!

Tremont Tap House
2572 Scranton Rd
Cleveland, OH 44113

Eles tem uma pizza de chourico deliciosa. E minha cerveja favorita, a Lindeman’s de pessego!

Day 2: Chicago, IL
Miles: 400

O segundo dia foi o melhor. Chicago eh uma cidade deliciosa e nao fica muito longe de Cleveland, entao tivemos a chance de passar quase o dia inteiro por la. Consegui ir ate Aurora primeiro, para passar num outlet da Svarowski e devolver algumas pecas que tinha comprado em Princeton. O legal dos outlets da loja eh que eles tem pecas que sao de colecoes antigas a precos excelentes. O triste eh que se voce tiver que trocar ou devolver, tem que voltar a um outlet, e eles tem apenas seis no pais todo. Eu conheco um na Florida, um em NJ e este de Aurora, IL.

Ja em Chicago, eu estava morrendo de vontade de comer a pizza do Bucca di Bepo, que na verdade, decepcionou desta vez, mudou o cardapio, nao tinha Belinie de Pessego e nao tinha a minha pizza favorita nos EUA.

Buca di Beppo
521 N. Rush Street. 312.396.0001
Chicago, IL

De tarde consegui passear pela praia em Chicago, sentar a beira do rio, fazer compras na H&M pela ultima vez! A H&M de Chicago eh talvez a maior e melhor que eu ja vi! Passei numa Zara tambem! Foi um dia delicioso, com o jantar substituido por milk shake gigante da Ghirardelli. A cidade estava cheia de tulipas, em um festival urbano patrocinado pela Holanda. Tudo muito, muito bonito.

Day 3: Lincoln, NE
Miles: 550

Os dois ultimos dias sabiamos que seriam mais pesados, mais longos e muito menos interessantes. Quando voce comeca a dirigir por Iowa e Nebrasca, nao tem nada para ver. Pasto, fazenda, vaquinhas, tudo muito plano e o mais impressionante era o vento. O vento jogava o truck para la e para ca. Tudo tremia, maior medao.

Uns dias antes de sairmos, apareceu um sinal de que poderia haver tornados nesta area e quando estavamos quanse chegando em Omaha, nos encontramos com uma super-tempestade. A coisa boa foi que a tempestade se movia no sentido contrario ao qual estavamos seguindo, entao passamos por ela muito rapido.

No caminho, paramos em Des Moines, IA e paramos em um restaurante de comida mediterranea maravilhoso que servia um sandwiche de lagosta muito gostoso. Este eu nao guardei o nome! 

Passamos rapidamente por Omaha, NE, que nao tem hotel barato (os precos dos hoteis em Omaha era mais altos do que em Chicago!), e seguimos para Lincoln, parando em um motel de beira de estrada que provavelmente tinha muitos fluidos corporais nos lencois.

Como nao saimos para jantar naquela noite, resolvemos tomar cafe da manha na cidade, para dar uma olhadinha rapida. Encontramos um local delicioso: o Two Twins Cafe, no qual duas gemeas por volta de 50 anos de idade servem voce com a maior simpatia do mundo.

Two Twins Café
333 N. Cotner Blvd. Suite 1
Lincoln, NE 68505

Day 4: Denver, CO
Miles: 500

Ultimo dia de viagem e dia longo. O objetivo aqui era dirigir o mais rapido o possivel, sem paradas antes de entrar no estado do colorado, para que pudessemos chegar no apartamento antes de o escritorio fechar e pegar as chaves. Neste ponto, eu ja estava cansada de nao ver absolutamente nada, entedidada de ficar tanto tempo dentro do truck e com os musculos doloridos.

Quando ao Colorado decidimos fazer nossa refeicao na primeira cidadezinha que encontrassemos. Incrivel como este estado nao tem absolutamente nada fora da area metropolitana de Denver, a nao ser fazendas.

Rodamos bastante para comer em uma rede local de diners: Village Inn. Depois era seguir para casa, ainda mais 3-4horas dentro do carro ate chegar a Denver.

Foi muito gostoso pegar as chaves do apartamento e abrir as portas para um apartamento zero. Mesmo que o apartamento nao sendo meu, e o primeiro lugar legal que eu moro na minha vida. Levou 28 anos e uma mudanca para o meio-oeste para eu conseguir alugar um apartamento legal. Quantos mais para eu conseguir comprar meu proprio apartamento?

O condominio eh uma graca e eu fiquei muito impressionada com a qualidade de vida no Colorado. Pode nao ter a variedade de coisas que existe em NY, mas ninguem naquela area, nem os milhionarios, vivem tao bem.

O predio faz parte de um conjunto de 34 predios, dentro de um condominio em uma area nova da cidade, onde existia a antiga base militar (o William trabalhou aqui por anos!). Dentro do condominio existe um lava-carros, parque para cachorros, campo de golf, tres piscinas centrais, uma piscina na frente do nosso partamento (mais afastada das outras e da bagunca), quadra de volei de areia, pista de corrida e caminhada, administracao 24 horas por dia, valet que recolhe o lixo na porta da sua casa toda manha, cinema, sala de jogos, salao de festas com cozinha completa, duas academias de ginastica e business center. Sao mais de 600 familias e mesmo assim voce nao escuta um pio de noite ou de dia. Raramente aparece uma crianca batendo bola.

O apartamento eh pequeno, um quarto apenas. Mas tem lanvanderia com as maquinas de lavar e secar, dois comodos para storage, a cozinha tem uma ilha que eh uma graca, as janelas sao enormes, e eu tenho um walk in closet (finalmente!). A unica coisa que eu nao gosto no apartamento eh que tem carpete.

Tudo isso pelo preco que eu pagava em um studio miseravel, em uma cidade suja de imigrantes em NJ. Essa eh a melhor parte de tudo isso.

Eu acordo todos os dias com o sol (que aqui, nasce as 5:30am) e passarinhos cantando. Parece sonho de verdade. E como Denver tem mais de 300 dias por ano de sol, eu acordo com luz todos os dias. Eh lindo!

Denver, ate agora, tem sido uma excelente mudanca!



No Responses Yet to “Finalmente: em Denver!”

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: