Novos “Obamas”

08Jul08

O Sérgio Dávila fala sobre a nova geração de “Obamas” e cita o Cory Booker como um dos amigos do “novo círculo negro”, como diz meu vizinho. O New York Times trouxe, na semana passada, um editorial sobre o rapaz — que é lindo de morrer. É fato que dá dó de ver o Booker tentar mudar Newark. Depois de passar alguns meses longe da cidade, eu tive a chance de passar muito tempo lá nas últimas seis semanas e tudo parece muito pior do que quando ele assumiu em 2006.

O estádio novo na Mulberry St. está causando um caos no trânsito (como se fosse possível pior o trânsito da cidade); o crime está seguindo forte e sempre; as ruas estão cada vez mais emburacadas e mal-cuidadas e a falta de respeito dos residentes com a própria cidade é vergonhosa. O engraçado é que o amor que eu criei por Newark eu acho que vem de todas as relações que eu consigo fazer com o Brasil.

Dois anos depois de assumir a prefeitura de Newark, Booker tem tentando limpar uma das mais corruptas prefeituras do país. As histórias de escândalos municipais não tem fim, para quem acompanha o Star Ledge, jornal local, simplesmente TODOS OS DIAS têm histórias sobre as merdas que os atuais e, principalmente, antigos governates estão aproveitando com o dinheiro público e com o poder atribuído a eles.

Lembro que em 2006 eu batia um papo com o repórter do Ledger que estava acompanhando as histórias de Sharpe James (ex-prefeito que reinou por 20 anos), e de ele estar me contando das ameaças de morte que recebia diariamente.

É surreal ler frases como estas:

On balance, though, his achievements have outweighed his lapses. According to the city’s police department, crime is down. There were 25 murders in Newark the first five and a half months of this year compared with 46 for the same period in 2006. Over all, shootings are also down. Much of this can be attributed to the transfer of hundreds of police officers to nighttime duty (often against their wishes) since Mr. Booker took office.

Cara, ninguém acredita, mas existe tiroteio em Newark  e é constante. E a taxa anual de homicídios é de mais de cem ao ano. Pensa que era é uma cidade de 290 mil habitantes…

Dirigindo pela Rt. 280 hoje, voltando do trabalho, pego um trânsito enorme (onde?) e vejo um Outdoor imenso com a polícia de Newark pedindo informação sobre o desaparecimento da brasileira que sumiu em 2006. Tem uma foto enorme da garota e eu perdi de tirar uma foto disto por ter deixado a câmera em casa, tempo eu tive de sobra… A família da garota, do Paraná, continua a procura da menina que desapareceu depois de sair de um bar brasileiro no Ironbound, há dois anos. Sem testemunhas, ninguém viu nada, ninguém sabe nada sobre o desaparecimento da moça.

No ano passado, depois das festanças de Independência do Brasil, um fotógrafo de um jornal local encontrou um corpo no meio da sujeira do salão.

O editorial acaba com uma especulação de que Booker não iria aguentar a barra e desistir do atual mandato e assumir uma vaga no governo de Obama (todo mundo anda agindo como se Obama já estivesse eleito, em Novembro, quando McCain ganhar a eleição, quero ver as carinhas de surpresa…). Eu sinceramente duvido que ele faça isso. O cara não vai abandonar nada no meio, porque não fica bem para ele. Além disso, para quem quer mudar um lugar tão cheio de problemas, quatro anos não significam nada, vai uma década para começar a enxergar mudança em Newark.



No Responses Yet to “Novos “Obamas””

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: