Lavando roupa suja

27Jan08

Estou me mudando. Nos últimos sete anos, é a sexta vez. Passei períodos longos nos apartamentos de Lyndhurst e North Arlington (quatro e dois anos respectivamente), pensando assim, é no começo que é difícil de acertar. Certo?Bobagem.No último apartamento, o dono era português. E, como tal, me odiava por ser brasileira.  Para fazer este senhor aceitar que não, não é toda brasileira que é garota de programa foi uma luta enorme. Ele queria meu business card e ligava no jornal quase que diariamente para confirmar que era um jornal e que eu trabalhava lá. Chegava até a pedir para eu trazer cópias do jornal com meu nome assinando as matérias.  Seriously, apenas olhe para a minha cara de nerd que fica resolvida a questão. Depois começou a briga porque ele queria saber o horário que eu chegava em casa, e o motivo de chegar naquele horário, seja mais cedo ou mais tarde. Em seguida, começou a implicar que eu tinha sapato, livros e DVDs demais e que “não era para deixar isso dentro do apartamento”. Ele dizia que eu tinha porcaria demais e que o apartamento iria pegar fogo.Só se meus DVDs sofressem combustão espontânea.Enfim, tudo provando que ele entrava na minha casa sem eu estar lá. E não era por falta de eu conversar e avisar que aquilo não era correto. Ele simplesmente não me respeitava.Quando minha mãe foi passar cinco meses morando comigo, ele enlouqueceu. Falava que era não era minha mãe, que eu tinha colocado uma amiga para morar no apartamento. Thanks very much.Isso tudo sem contar os episódios em que ele jurava que meu namorado era judeu, e que eu tinha um outro namorado árabe. E que os dois dormiam na minha casa. Eles chegavam a me ligar durante o dia para discutir isso. (O namorado é árabe).Em um outro episódio, em que eu fiquei doente e tive que ir para o hospital de madrugada, ele me ligou para brigar comigo que tinha uma senhora vivendo no meu apartamento e que ela pegava taxi de madrugada.Eu cheguei até a ficar confusa. No final, eu era a tal senhora.A gota d’água foi no final do ano, quando ele decidiu aumentar o aluguel mais de 25%. Tive que desistir de brigar com o velho e decidir a me mudar de vez.Aguentei muito tempo, eles moravam em Portugal e passavam três meses por ano de férias nos EUA apenas. Tudo isso que contei, acontecia ao longo de três meses.O resultado está sendo ótimo. Até agora, não tenho mais landlord falando loucuras no meu ouvido, ou me recriminando por coisas que eu não faço. Estou a procura de um apartamento novo, mas preciso decidir antes onde é que eu quero morar. Talvez mudar desta área. Quem sabe para o outro lado do país, de frente para o pacífico?Enquanto isso não se resolve, vou procurando coisas para a casa nova. Móveis, coisas de decoração e afins. Eis que me deparo com estes sacos de roupa suja (laundry bag), do Star Wars.Só estou preocupada que minha casa vai ficar parecendo casa de criança ou de moleque. 



No Responses Yet to “Lavando roupa suja”

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: