Casa nova

16May06

Tô indo tirar fotos da minha casa nova. Quando eu voltar, com as fotos na máquina, eu conto a história toda!

Vou me mudar, finalmente!

up-date:

Eu me mudei para o apartamento onde eu moro hoje em Setembro de 2002. Ou seja, eu moro aqui há quatro anos. Praticamente. Eu tive uma dificuldade tão grande para alugar este apartamento. Eu morei por dois meses em um lugar horrível, pagando barato, e juntando cada centavo para conseguir três meses e meio de aluguel (1 e 1/2 de security deposit + 1 de taxa da imobiliária + 1 de aluguel adiantado), tive que passar meu Social Security, para eles checarem meu crédito (que não existia na época, eu morava nos EUA por menos de um ano), e tive que apresentar carta de recomendação. O jeito americano de se alugar um imóvel, através de imobiliária e com contrato é esse.

O apartamento é grande, tem dois quartos, sala, cozinha, e um banheiro enorme (perto do banheiro do apartamento para o qual eu vou, este é gigante!). E o melhor de tudo, o aluguel é controlado e não pode sofrer alteração. Em quatro anos, aumentou apenas duas vezes. Deste aumentos simbólicos. O prédio é bem velh. Na verdade, é o prédio mais velho da cidade. Então, a louça do banheiro e da cozinha é no estilo anos 60. Muito a minha cara.

Fora o fato de o apartamento ficar no quarto andar e, justamente por isso, não ter elevador, era a única coisa que me incomodava muito. A cidade é uma graça e minha rua é a rua do correio, prefeitura, departamento de polícia e bombeiros. Perfeito, certo?

Errado. Pelo apartamento ser de dois quartos, eu sempre tive que alugar o segundo quarto para outra pessoa, para poder me ajudar com o aluguel. Por isso, eu sofri muito.

Em quatro anos moraram aqui seis pessoas diferentes. Conbstantemente eu me sentia insegura, sem saber se no mês seguinte eu teria alguém no apartamento me ajudando com o aluguel. Uma vez eu fui roubada por um roomate, e em outra o moço se mudou e “esqueceu” de me avisar e de pagar o aluguel.

Um inferno! depender de outra pessoa para morar em qualquer lugar é o fim do mundo. Assim, decidi me mudar.

O Leonardo se mudou recentemente, para um lugar pequeno, mas em uma cidade muito gracinha. Foi aí que eu descobri que eu poderia ter um lugar menor e só meu. Ver o Léo tão contente com a casa dele e arrumando tudo tão direitinho me inspirou.

É, para algumas pessoas, não basta levar na cara. Demora quatro anos para cair a ficha! Sim, eu sou lerda!

É hora de eu ter paz na minha vida e de não depender de mais ninguém para pagar meu aluguel. Se no final do mês, eu não tiver o valor total, vai ser por culpa total minha.

Então eu fiz o contrário do que qualquer pessoa normal faria. Ao invés de encontrar o novo apartamento e depois dar o aviso para a imobiliária, eu dei o aviso na imobiliária (por escrito, com carta registrada), e depois fui procurar o apartamento.

Na semana passada eu encontrei um lugar lindo. Na cidade ao lado, a mesma distância de Manhattan – esta cidade tem uma avenida chamda Schyller,porque de lá pode-se ver o skyline de Manhattan.

A casa (é, eu vou morar em uma casa!), é uma graça. O meu apartamento fica no segundo andar (é um avanço de dois andares!), e tem apenas um casal de chineses morando no apartamento do primeiro andar. Os donos são um casal de portugueses velhinhos, que me lembram muito minha vó.

Confesso, também não foi fácil alugar, sendo brasileira (you know, brasileira é sinônimo de puta no dicionário português), mas eu os convenci que sou uma puritana. Ui!

Acabei de buscar as chaves e fotografar o lugar. Começo a levar minha mudança amanhã. É claro que o lugar é bem menor que o meu, mas pelo preço que eu consegui, foi um milagre o apartamento ter quatro dividsões (quarto, sala, cozinha e banheiro).

Por dentro, a casa me lembra uma casa de camping, toda de madeira, parece casa de boneca! O baheiro é bem pequeno, mas eu tenho certeza que dá para aplicar estilo em tudo e deixar muito bonitinho.

A sala será meu walking closet. Eu tenho tanta tralha, tanto sapato, tanta merda, que um closet comum não comporta tudo. E eu nem preciso de sala, quando eu estou em casa eu me jogo na cama e de lá eu não saio.

A cozinha é boa para minha mãe. Eu sou turista de cozinha, frequento o cômodo apenas para abrir a geladeira para pegar bebida. Nunca como em casa e quando como é porque eu pedi delivery.

O quarto eu sei que eu consigo trabalhar a ponto de deixar do jeito que eu gosto! Enfim, no dia 24 eu me mudo, e caralho! E vou morar sozinha!

É claro, eu moro sozinha desde os 19 anos. Mas ter que dividir apartamento com roomate não é exatamente morar sozinha.

Vou sentir muita falta do Arthur, principalmente porque o bastard vai embora para o Brasil. É delicioso acordar e contar piadas para ele, cantar músicas com rimas, e fazer todas estas coisas absurdas que nós fazemos morando aqui juntos há quase um ano.

Mas é hora de vida nova, que começou alí com o emprego novo. Só vai ficar faltando i-Pod e namorado novo para completar! ;-P



3 Responses to “Casa nova”

  1. 1 alguém

    “Confesso, também não foi fácil alugar, sendo brasileira (you know, brasileira é sinônimo de puta no dicionário português), mas eu os convenci que sou uma puritana. Ui!”
    Lembranças…

    Também preciso de um namorado novo!

  2. 2 carita

    amiga! que feliz estou por você!
    sei que estou sendo uma vaca por não estar contanto como anda minha vida. mas pela quantidade de releases que tenho enviado pra vc dá pra saber que está meio tumultuada… sem contar os preparativos para a festa e o livro que tenho que escrever pra terminar a pós até agosto.
    bjos e muita sorte…
    ps: será que a torneira do banheiro novo fecha?

  3. oiiii
    eu gos de vc


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: