Eleições

07Nov05

Eu até gostaria de fazer um post falando sobre a Watchung Reservation, que eu visitei neste final de semana, parque lindíssimo no outono; poderia contar que o André me desafiou e queria ver se conseguia beber mais tequila do que eu, que virei seis doses, perdendo para ele que virou sete e matou a garrafa; também tem a história do pessoal novo que mudou lá para casa, e tantos outros assuntos interessantes (para mim, claro), só que eu não consigo parar de pensar que as eleições já são amanhã, e que o Bloomberg vai ser re-eleito e não há nada mais que possa ser feito, nesta altura da corrida.

Mesmo com tudo que este maluco faz na cidade, as pessoas parecem não enxergar que ele deveria desaparecer, ir para a lua, morrer, inciar uma plantação de abóboras no Alabama, qualquer coisa, menos governar NYC.

Bloomberg é um cara que foi eleito às escuras, no meio da confusão dos atentados terroristas de 11 de setembro, que precisou apenas da indicação de Giuliani para pegar o cargo. O que todo mundo sabe dele? Ele é um empresário bem sucedido, um bilionário do inferno. Mais nada. E o cara ainda afirma: “I’m not a professional politician,” apelando para o lado “hey, eu não sou político, sendo assim, eu não vou roubar, como business-man, eu vou administrar esta cidade muito bem”. Hunhum.

Leva nas costas a fama de que foi o prefeito que levantou a cidade após o atentado. Levantou o que? Quanto tempo demorou até que a cidade testou o ar daquela área e declarou que era perigoso viver alí? Levantar a cidade demitindo os mesmos bombeiros que trabalharam no atentado, fechando as estações? Demitindo 17% da força policial da cidade? Hunhum

E ele administra a imprensa muito bem. Ele manipula números mentirosos a respeito do baixo índice de criminalidade na cidade, a fim de se passar por bonzinho. Ele é republicano, à favor do Bush, quem ainda se lembra do babaca falando bem do George Filho na convenção republicana do ano passado? Enquanto o povo estava na rua protestando (em vão), ele estava no palanque, ajudando a coletar votos para re-eleger um assassino.

Pena que o Freddy Ferrer não tem grana para colocar no ar, minutos e mais minutos, com estas imagens. Isso sim, seria divertido. Este é um estado azul, é impossível que as pessoas não iriam se revoltar! Já consigo imaginar videozinho dizendo “Convenção Republicana em NYC, 2004. NYCity Cops prendem 2000 pessoas. 90% are not-guilty. Cidade gasta 230.000 dólares com esta brincadeira.”

Hipócrita do inferno, ex-fumante que introduziu o smoking ban na cidade, que me faz ter nenhuma vontade de sair para jantar/beber/dançar por lá. Este é meu motivo preferido, razão a qual eu odeio o Bloomberg. ;-P

Bloommy (que gay) gastou mais de 175 milhões de dólares nas duas campanhas para prefeito. Você sabe quanto é isso? 175 milhões de dólares? Não? Nem eu. Não tenho a mínima idéia. É dinheiro demais, que deveria claramente estar sendo empregado em outras áreas. É isso que dá colocar bilionário para administrar centros urbanos. Eles acabam tendo idéias de construir estádios gigantescos em uma área que não tem escola pública suficiente.

A lista é infinita. Se eu continuar eu perco o dia de trabalho para listar isso e construir um texto de78 páginas. Enfim, é amanhã. Não acho nem que Ferrer é a pessoa mais indicada. Mas de todas as opções…



No Responses Yet to “Eleições”

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: