Bored

25Feb05

Aqui estou, sentada na frente de meu PC, me matando para escrever um resenha sobre The Aviator e totalmente decepcionada com minha professora de Writting for Magazines.

Veja só, eu escolhi este curso, como um dos meus “electives” porque eu quero escrever para revistas mais do que qualquer outra coisa. E então me aparece a Miss National Lampoon – eu ainda estou descobrindo que tipo de pessoa trabalha para este tipo de publicação – e manda a sala inteira escrever sobre um mesmo filme.

Quer mais falta de criatividade do que isto? Eu não pago caro para não ter o direito de forçar meu cérbro a escolher um tema diferente para escrever. Se eu quisesse escrever sobre The Aviator, eu teria feito como meio mundo fez e teria ido ao cinema há muito tempo atrás. Não que eu seja contra o filme, veja bem, o filme é bom. Mas eu sou contra fazer o que todo mundo faz, ao mesmo tempo. Não quero um professor que entre na classe e lance um tópico comum no quadro branco e todo mundo escreve sobre exatamente a mesma coisa que TODO MUNDO já está escrevendo.

O importante é exercitar minha cabeça, procurar idéias, escutar o mundo ao meu redor, enxergar o que está acontecendo, sentir o que pode vir acontecer e nao go with the flow.

Como se não bastasse, nas aulas a seguir nós sentaremos em roda (aposto que é em roda) e vamos ler cada um o seu próprio texto, out loud, e nos criticar em conjunto. Mais uma vez, se eu quisesse um grupo de leitura, eu participaria de um, de graça. Tá cheio disso no craigslist.

Eu quero alguém com expriência em revista, que tenha algo para me passar, eu quero research. Quero trabalhar HOJE, profundamente, em cima de um tópico que tem que estar fresh daqui há quatro meses.

Bom, eu acho que tudo isso é para dizer: como escrever uma resenha de um filme de 3 horas sobre a vida inteira de uma pessoa excêntrica? Ah, e ainda ser original para não parecer com nenhuma das trocentas resenhas já publicadas para The Aviator.

O que dizer de Howard Hughes? He was bored out of his mind. O que um cara de 19 anos deve fazer quando se vê só com uma fortuna nas mãos em 1920? O que ele fez obviamente. Não tinha nada para fazer naquela época e que ele fazia me parecia óbvio. Bem se eu fosse milhonário da década de 20.

Pathetic.

Obs. Sobre o post abaixo, vamos todos nos lembrar que todos nós acordamos com o pé esquerdo de vez em quando. Bem, uns mais do que os outros. Bad day.



No Responses Yet to “Bored”

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: