Balé

09Nov04

Dancei por cerca de 8 anos. Fiz Jazz (meu preferido) e Balé, entre outras modalidades de dança. A-do-ra-va. Abandonei o estúdio quando entrei para a faculdade, troquei uma paixão pela outra. Enquanto as menininhas, lá na década de 80, sonhavam em ser Paquitas, eu sonhava em estudar dançar em Juliard. Antes de sair do Brasil, minha primeira opção era fazer um curso-combo de dança e inglês em Londres. Não deu certo, o custo era altíssimo. Acabei virando au pair…

Hoje, na cidade em que Juliard está localisada, não havia ainda passado pela minha cabeça voltar a dançar, ainda. Já fui ver o balé da Cidade de Nova York, e achei um lixo. Pode ser que os dois espetáculos que eu tive o desprazer de assistir tenham sido mal escolhidos, mas foi fraquíssimo. Não os bailarinos, coitados, devem ser o melhores do mundo, com seus lindos pés em carne-viva, mas as coreografias, as música, um conjunto excelentemente bem escolhido, para me colocar para dormir.

Na semana passada uma amiga minha me convidou para assistir ao Grupo Corpo – brazuca, dança contemporânea, no NJPAC (até os teatros de NJ são mais frouxos, que coisa pobre que é o Victoria Theater!). Não estava dando um centavo pelo programa, e praticamente amarrada eu fui. Calei a boca, o grupo é ótimo. As coreografias são um pouco repetitivas, mas o duos são belos. Assisti a dois espetáculos criativíssimos. E enquanto os meninos e menonas bailavam, eu só conseguia pensar no esforço que cada um deve fazer para estar alí, e o que teria acontecido se ao invés de estudar jornalismo eu tivesse continuado a dançar… E Se, e se, e se…. Não sou muito fã desta linha de pensamento, mas não pude evitar.

Após o espetáculo fomos conhecer alguns dos 21 bailarinos presentes no Tour Mundial do grupo, e este menino de Minas contou como foi o melhor show dele, no Líbano (Tá vendo Cá, você está presente em todo lugar!), num teatro de pedras, à céu aberto. “Simplesmente Divino,” segundo ele. Para não ficar com inveja, resolvi me juntar às bailarinas fumantes lá fora e falar mal do teatro. Para vocês, estão algumas fotos de Nazareth e 21:











Lindo, lindo!



No Responses Yet to “Balé”

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: